busca

Pesquisa personalizada

terça-feira, 21 de julho de 2009

Gloster Canela

Introdução aos Canelas


Em minha opinião, os tons subtis do gloster canela pôs esta variedade de cor entre as cores de canário mais atraente.
Devido à habilidade dos canelas para melhorar a estrutura da pena, o criador de Gloster’s encontrará vantagem nisto ao manipular sangue de canela em linhas semelhantes como é dito em cima para criar (amarelos) Intensos.
Regras semelhantes ás usadas no estudo dos (Amarelos) Intensos, o uso de muito sangue de canela no seu estudo de gloster conduzirá a uma deterioração na cabeça e na qualidade do pescoço. Porém, como com os (Amarelos) Intensos, pode ser usada a boa qualidade da plumagem de canela como uma vantagem.

Ligação ao sexo
A herança da canela, têm ligação ao sexo, normalmente é difícil para um iniciado entender.
Porém quando devidamente explicado, é relativamente simples.
O gloster canela é efectivamente uma ave tri-colorida, sendo a sua cor básica ou cor de fundo, o amarelo ou o buff que são chamadas cores lipocrómicas.
Sobreposto nesta cor aparece os pigmentos pretos e castanhos, conhecidos como melaninas.
No gloster verde, a cor natural do canário selvagem, muito do castanho é mascarado pelo domínio do negro, mas se nós removermos a presença das melaninas pretas e deixarmos só as castanhas, ficamos perante uma ave canela. Agora, aqui vem a parte confusa, há dois tipos de aves canela:
Primeiro, a canela visual. Estas aves têm os olhos vermelhos em jovens, que escurecerão até a idade adulta, na qual ficarão cor de ameixa, a cor da pena que a ave mostrará será a canela.
Segundo, portador de canela (canela não visual). Tudo o que foi dito anteriormente na canela visual acontece aqui, excepto a cor da pena, porque apesar de ser uma ave cheia de canela, ela está impossibilitada de expressar a cor canela na pena.

Genéticas
Como resultado de acasalamento canela, o macho pode ser um destes três tipos:
1. Canela (canela visual)
2. Portador de canela (canela não visual)
3. Sem canela
A fêmea pode ser canela neste caso ela mostra isso visualmente, ou sem canela.

Há cinco possíveis acasalamentos que envolvem coloração canela:
Acasalamentos Resultado
1.
Macho sem canela X Fêmea canela Machos portadores de canela. Fêmeas sem canela (note-se que todo o macho portador de canela é normal em coloração, isto é, canela não visual)
2.
Macho canela X Fêmea sem canela Machos portadores de canela. Fêmeas canela visuais (o resultado deste acasalamento as fêmeas descendentes podem ser determinadas pela saliência dos olhos rosa uma maneira de manifestação nos canelas).
3. Macho portador de canela X Fêmea sem canela Machos e Fêmeas sem canela. Machos portadores de canela. Fêmeas canela.
4. Macho portador de canela X Fêmea canela Machos portadores de canela. Fêmeas sem canela. Machos e Fêmeas canela.
5. Macho canela X Fêmea canela Toda a descendência canela.

Nota:
As fêmeas não podem herdar o gene de canela da mãe dela, nem ela o pode transmitir ás filhas dela. Ela só pode receber isto do pai dela e só pode passar isto aos filhos dela.

1 comentários:

Rosana Perez disse...

Aguém me ajude. Minha canaria Gloster não quer galar com meu canarinho Belga. Preciso comprar um macho Gloster? Obrigada.

Postar um comentário